Irriganor em parceria com a prefeitura de Bonfinópolis de Minas e outros parceiros está realizando um levantamento ambiental com pequenos produtores rurais neste município.

Desde o mês de março/2019, a bióloga e colaboradora da Irriganor, Juliana Gracieli R. de Oliveira está em Bonfinópolis de Minas-MG para auxiliar nos levantamentos ambientais nas propriedades de pequenos produtores rurais deste município.

Esta iniciativa é uma parceria com o grupo do GTDS (Grupo de Técnicos de Desenvolvimento Sustentável) que envolvem técnicos da prefeitura da Secretaria de Agricultura, IEF, EMATER, Câmara de vereadores, Agência Vale Urucuia e a Irriganor que foi convidada a participar devido à sua importância nas questões hídricas em decorrência da participação efetiva no Zoneamento Ambiental e Produtivo do rio das Almas.

Neste primeiro levantamento realizado nas propriedades dos pequenos produtores rurais, é aplicado um breve questionário sócio-econômico e posteriormente é realizado uma vistoria em toda a área com um foco ambiental.  Estão sendo catalogadas as barraginhas, estado de conservação das mesmas, necessidade de construção de mais e quantas seriam, focos erosivos, gravidade e possíveis soluções para conter esses processos de erosão, estado de conservação das áreas de preservação permanente (APP), localização de nascentes, condições em que as mesmas se encontram, origem de captação das águas nas propriedades, assoreamentos nas áreas, dentre outras.

20190404_110846-1

O diagnóstico a ser realizado a partir dos dados obtidos será de suma importância para que a prefeitura do município local busque recursos para que sejam investidos na recuperação e revitalização destas áreas e consequentemente dos recursos hídricos na região.

Os desafios são grandes frente à demanda já presenciada pela bióloga Juliana Gracieli, mas é preciso começar, é preciso dar o primeiro passo e isso já foi feito. Este trabalho é uma grande iniciativa e que mostra a preocupação com a disponibilidade hídrica. É importante destacar quão significativo e essencial é trabalhar a Educação Ambiental em todas as esferas da sociedade. Não basta as pessoas terem boa vontade, é preciso instruí-las a desenvolver as técnicas de forma correta e o GTDS está à disposição e comprometido em colaborar para que todas as ações sejam efetivas.

A Irriganor se sente lisonjeada e agraciada em poder fazer parte deste grupo e por estar contribuindo para a realização deste projeto.

A previsão de encerramento das atividades de campo será em maio/2019 pela prefeitura local.

 

Por: Juliana Gracieli R. de Oliveira